AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE GONDIFELOS

Voar mais alto...

quinta-feira, 28 de março de 2013

LEITURA EXPRESSIVA


A leitura oral de textos pelos alunos pode ter várias formas. Eles podem ler com o objetivo de comunicação, isto é, o de permitir ao ouvinte a sua compreensão; ou com o objetivo de expressão, a fim de transmitir as emoções inerentes ao conteúdo do texto.
         A escola tem responsabilidade no ensino e na prática da leitura, mas é essencial estimular o aluno a ler também em casa, os pais devem-se envolver neste processo.
       
         Na escola, os professores aproveitam diferentes situações e oportunidades para motivarem e desenvolverem a prática da leitura expressiva, para que os seus alunos adquiram confiança e bom domínio do texto lido.
     
          Destaco, assim, a oportunidade dos nossos alunos participarem no “Concurso de leitura expressiva” que se realizou na biblioteca da escola sede no dia 04 de março.
 
         Os alunos da turma da professora Lúcia ( 1.º ano)  e da minha ( 1.º  e 4.º ano) ganharam o respetivo concurso, com as poesias " A Borboleta" e " Vagundo do Mar", no entanto,  todos estão de parabéns, pelo seu empenho nesta tarefa. E apesar de os alunos do primeiro ano estarem a dar os primeiros passos, na iniciação à leitura e escrita, demonstraram  que ler poesia expressivamente, não é difícil, basta sentir e viver o que se lê, ser facial e corporalmente expressivo e deixar transparecer os sentidos implícitos…tal como declamaram os alunos em "Vagabundo do Mar...": “ …E agora / queira ou não queira,/ cara alegre e braço forte: / estou no meu posto a lutar.”
Também nós continuaremos a “ lutar” para que os nossos alunos gostem de ler e leiam cada vez mais e melhor.

                          Professora Maria de Jesus
                       ( 1 .º e 4.º ano de Gondifelos )
                     





quinta-feira, 21 de março de 2013

ESCRITA CRIATIVA - “Se eu fosse uma fada…”


   
              A aprendizagem da escrita criativa revela-se, muitas vezes, um problema pois os alunos nem sempre estão motivados para a escrita escolar em geral e muito menos para a escrita criativa, em particular. Cabe ao professor adotar estratégias que potenciem e desenvolvam a criatividade nos alunos, ao mesmo tempo que os motivam para este tipo de escrita.

            As crianças têm uma mente fértil e criativa… muitas vezes, necessitam apenas de um pequeno “empurrão”. Escrever é imaginar…. Imaginam personagens, sonham histórias e num jogo entre palavras e imaginação procura-se estimular o prazer da escrita.

             Na tarefa que a seguir se apresenta o empurrão foi dado colocando o desafio à turma: “ Imagina que és uma fada. Escreve em quadra como imaginas que serias…” O resultado foi surpreendente! Escrever afinal pode ser divertido e …criativo! 
                                    
                                       Professora Eduarda Leite
                                     2.º ano de Gondifelos 

Alunos da turma do 2.º ano do P3 de Gondifelos




quarta-feira, 20 de março de 2013

BONECO DE NEVE...


Os alunos da sala 2 (4 anos) do Jardim de Infância de Gondifelos, vivenciaram a estação do ano – inverno, com uma lenga-lenga “ Boneco de neve”. De forma lúdica os alunos exploraram palavras que rimavam, os batimentos silábicos e o fonema inicial de algumas palavras. Todos os alunos se envolveram nesta atividade, demonstrando muito interesse e empenho na recitação da mesma. Esta lenga-lenga proporcionou o desenvolvimento da linguagem oral e escrita, dando significado à escrita em contexto.

                            Educadora: Filomena Pereira (sala 2)
                           Jardim de Infância de Gondifelos 
               
Vozes: Inês e Margarida
Acompanhamento da leitura com o dedo : Martim

segunda-feira, 4 de março de 2013

POEMA CANTADO


Os alunos da sala 1 do Jardim de infância de Gondifelos, associado ao projeto curricular de turma “conheço o meu corpo”, vivenciaram a estação do ano - inverno, com um poema de Eugénio de Andrade. 
Este poema cantado possui uma musicalidade muito bonita, assim os alunos rapidamente memorizaram o poema e os gestos associados. Realizamos a dramatização deste poema com algumas peças de vestuário das crianças como: o cachecol, luvas e sobretudo; para o chão colocamos lençóis que as crianças pisaram como se fosse neve. Alguns alunos já demonstram interesse pelas palavras e tentam associar o discurso oral com o discurso escrito.
                            Educadora Fátima Correia (sala - 3 anos)
                            Jardim de Infância de Gondifelos

Voz: Cristiana
Acompanhamento da leitura com o dedo: Rafael

sábado, 2 de março de 2013

FAMÍLIAS LEITORAS- “Um conto para ti…”


14/02 /2013


Foi o sétimo aniversário da Diana C. A. Secretamente a mãe preparou a surpresa para a filha e colegas do 1º ciclo e do ensino pré-escolar, da escola P3. Após o almoço todas as crianças se juntaram no ginásio para uma atividade diferente – jogos, pensavam elas. Sim, tudo começou nessa tarde com um jogo tradicional, a cabra cega, em que a Diana tinha de descobrir, a partir dos seus sentidos, quem estaria connosco nessa tarde. Facilmente descobriu que era a mãe. Vinha presenteá-la, e a todas as crianças, com a leitura e interpretação da “ lenda de S. Valentim” e deixar registada a sua presença e a de todos os participantes, através da impressão digital, num grande coração encarnado simbolizando a amizade, dedicação, amor, partilha, articulação… Finalizamos com canções, palmas, alegria, satisfação.

Outra atividade semelhante, mas com várias mães a participar, aconteceu na última semana de aulas do 1ºperíodo, com o conto elaborado propositadamente para esta época festiva: “ Simplesmente Natal”.

Estas atividades estão contempladas no projeto “Famílias leitoras” que dá continuidade ao iniciado no ensino pré-escolar. As famílias liam em casa para os filhos os livros retirados por eles do “baú da leitura” da sala de aula e posteriormente as crianças transmitiam aos colegas da turma a sua perceção da história explorada em família. Dando continuidade, agora estes alunos a frequentar o 1ºano de escolaridade, requisitam os livros na biblioteca da escola sede para serem lidos por eles, ou com ajuda da família, em casa. Alguns destes alunos tem uma excelente capacidade de comunicação oral e escrita, leitura expressiva e perfeita, estando já dois deles inscritos no “Concurso de leitura expressiva” a realizar na biblioteca da escola sede no dia 04 de março, às 10h e 10 min.

Estes alunos gostam da leitura, periodicamente fazemos na sala o “concurso da leitura” para o qual se preparam com entusiasmo e facilmente criam histórias a partir de uma imagem selecionada num manual.

Constatamos assim que a intervenção e colaboração da família no percurso escolar faz com que a predisposição para a aquisição de conhecimentos, os resultados académicos e a satisfação pessoal de cada educando seja muito satisfatória.

                                                                   Mª Lúcia Meira- turma 1ºG

video